1 de dezembro de 2019

Documentário "Um Triunfo na América - A Epopeia dos Sete Povos das Missões" é lançado

O documentário "Um Triunfo na América - A Epopeia dos Sete Povos das Missões" representa uma viagem didática e emocionante pela história emblemática dos Sete Povos das Missões Jesuítico-guarani e pelos vestígios que restaram dessa civilização.

Esta foi uma produção de Daniel Campos, com orientação do prof. Dr. Leandro Ramires Comassetto.

Entrevistas, narração e edição são de Daniel Campos.

Assista na íntegra:

12 de outubro de 2019

"Muestra Misionera" em Porto Alegre

Dentro do calendário de encontros entre Iecine e IAAviM (Instiuto de Artes Audiovisuais de Misiones, Argentina), foi realizada em Porto Alegre, RS, uma mostra de filmes realizados por cineastas de Misiones.
Resultado de imagem para Muestra Misionera Casa de Cultura Mario Quintana

A programação da “Muestra Misionera” nesta sexta-feira (dia 11 de outubro de 2019), na sala Norberto Lubisco teve entrada franca e incluiu:

- 17h: “Cara Sucia” (2018, 95min), de Gastón Gularte. Mariel e suas amigas se transformam em desenhos animados e tomam coragem para enfrentar uma bruxa ambiciosa que quer destruir a floresta.

- 19h: “Del lado de los frágiles” (2017, 18min), de Guillermo Rovira. O curta segue o drama de Raúl, que resolve fazer justiça com as próprias mãos depois do desaparecimento da filha.
“El Sonido de los Nuñez” (2018, 28min), de Elian Guerín.  O filme documenta a gravação do terceiro disco dos músicos e irmãos Juan e Marcos Nuñez, que têm 25 anos de carreira.

O Rio Grande do Sul teve como seus representantes, as propostas de longas Cantata 7 Povos, da Guarujá Produções; Apolo 69, da Primeiro Corte Produções; Chami, da Epifania Filmes, e Utopia, da Cinematográfica Pampeana.

O encontro é mais uma etapa da Rede de Cooperação Entre Fronteiras, que integra entidades profissionais do audiovisual do Sul do Brasil (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná), do Paraguai e Nordeste da Argentina.
O cineasta Zeca Brito, diretor do Iecine, destaca a importância da parceria: "Este encontro busca construir um futuro comum entre os dois países através de dois estados, RS e Missiones, uma micro-utopia fronteiriça que tem a indústria audiovisual como caminho de desenvolvimento econômico e de produção simbólica de culturas irmãs".
Além de apresentar uma programação com filmes de cineastas da região argentina, o calendário prevê encontros com representantes de entidades do audiovisual local e também a elaboração de um edital conjunto entre os dois institutos para fomentar a realização de projetos comuns aos dois países, tratando de temas como as Missões Jesuíticas, a cultura Guarani e os rios.
Os representantes dos institutos também vão tratar do Mercado Entre Fronteiras, um evento itinerante co-organizado pela Argentina, Brasil e Paraguai e que terá sua primeira edição de 5 a 8 de novembro na cidade de Posadas, capital da província de Misiones. Um dos destaques do encontro será a a presentação de 30 projetos de coprodução de realizadores dos três países, que serão oferecidos a players e representantes de empresas audiovisuais para futuro financiamento e produção.

Cantata 7 povos, de Raul Ellwanger

Em linguagem popular e lírica, obra destaca a história do encontro entre o povo Guarani e os missionários jesuítas.


Figura referencial no cenário musical do Rio Grande do Sul, Raul Ellwanger lançou recentemente um novo trabalho, disponibilizado gratuitamente em seu site e redes sociais (links ao final do texto). Trata-se da “Cantata Sete Povos”, suíte popular de 12 canções que conta a saga das comunidades Guaraní e padres jesuítas nos séculos XVII e XVIII na região das “Misiones”, no Noroeste do atual Rio Grande do Sul.

Conforme define Ellwanger, trata-se de “uma obra vocal e instrumental, com versão para vozes e pequena orquestra, composta em memória dos índios guarani e dos jesuítas  que  conviveram nos chamados Sete Povos da Missões, desde a refundação das novas comunidades, em 1682, até sua destruição, em 1756”. Explica ainda que, “trata-se de um recorte de sete décadas de uma história de quase dois séculos de relações entre o povo Guarani e os religiosos da Companhia de Jesus no coração da América do Sul, na fronteira geográfica e política dos conflitos entre as duas principais potências políticas de então, as Coroas da Espanha e Portugal”.

Em 12 canções, a obra narra aspectos da vida cotidiana, a religiosidade, o trabalho, a convivência dos guarani com os jesuítas, as contradições existentes na relação entre padres e nativos, os fatos históricos de sua constituição e destruição e o inestimável legado das reduções. Nessa narrativa cantada é apresentada a história de uma experiência social única na humanidade: o contato estreito e harmônico entre duas culturas, inobstante a extrema distância original de seus estágios de civilização.

O autor informa ainda que “compostas numa linguagem acessível, com intenção didática, as canções podem ser tocadas e cantadas por coros escolares, profissionais, universitários, pois se baseiam em ritmos populares e tem o arranjo de cada um dos instrumentos individualizado para leitura e impressão, trazendo conteúdo para aulas de História, Português e Música”.

Todo o material didático e partituras está disponível no link https://www.raulellwanger.com.br/copia-cantata-2 no site do artista.

20 de setembro de 2019

Evento na USP aborda o urbanismo das Missões jesuíticas dos Guarani

O evento "Patrimônio Cifrado: A Circulação de Modelos nas Missões Jesuíticas na América do Sul" ocorreu na Universidade de São Paulo na última semana.
A pesquisadora Giovanna Rosso del Brenna, da Universidade de Gênova, abordou a questão do modelo de aldeia planejado pelos jesuítas em suas missões na América do Sul. A princípio, o estudo do tema pode indicar que os jesuítas consideravam a questão pouco importante, mas o modelo, na verdade, é complexo e incorpora referências de experiências indígenas, dos conquistadores e da tradição medieval.
O evento ocorreu no Auditório IEA, Rua Praça do Relógio, 109, Cidade Universitária, São Paulo.

Parte 1:


Parte 2:

Participantes:
Marina Massimi
Giovanna Rosso del Brenna
Luciano Migliaccio


Organização:
Projeto Jovem Pesquisador FAPESP Barroco Cifrado
Grupo de Pesquisa Tempo, Memória e Pertencimento