16 de setembro de 2020

O mundo mudou, e a Pousada das Missões também!

Estamos retornando com os devidos cuidados contra o covid-19, com álcool em gel em lugares estratégicos, sinalização de distanciamento social, medição da temperatura corporal na hora da chegada de cada visitante, café da manhã ao ar livre(opcional) e o nosso tradicional atendimento ao hóspede.

Faça já a sua reserva conosco.
📞Fone: (55) 3381-1202
📱Fone/Whats: (55) 9 8454-5722
💻E-mail: pousadadasmissoes@gmail.com



24 de junho de 2020

Trinta Povos: Documentário de Zeca Brito investiga as missões jesuíticas


Documentário 'Trinta Povos', de Zeca Brito, estreia hoje no Canal ...
Anti Filmes e Boulevard Filmes apresentam o documentário “Trinta Povos”.  Escrito, produzido e dirigido por Zeca Brito (“Legalidade”), o filme é o sétimo longa-metragem do diretor gaúcho e aborda o legado das missões jesuíticas na América Latina. “Trinta Povos” investiga a história do Brasil, Argentina e Paraguai através de ruínas e reminiscências de arquitetura, pintura e mitologias. O trabalho de pesquisa reunido para o filme analisa os três países separados por águas e linhas imaginárias, porém unidos pela cultura e por uma história comum: um passado jesuítico, barroco e guarani. Também assinam a produção Frederico Ruas, Letícia Friedrich, Lourenço Sant’Anna, e Zuleika Borges Torrealba (1933-2019). O filme estreiou ontem no Canal Curta! e será transmitido diversas vezes nos próximos dias. O financiamento é do Fundo Setorial do Audiovisual através da ANCINE e BRDE.


DOC 'TRINTA POVOS' DE ZECA BRITO ESTREIA NO CANAL CURTA! DIA 23/6“‘Trinta Povos’ é um filme que se propõe a resgatar o legado artístico, arquitetônico, pictórico e simbólico do processo de colonização jesuítico-guaraní”, define o cineasta Zeca Brito. “O grande desafio do filme é costurar uma história fragmentada geopoliticamente, um passado comum entre três países que hoje se encontram separados, divididos por questões distintas, mas com elementos culturais, históricos e etnográficos que os ligam”, explica Zeca, que divide o roteiro com Jardel Machado Hermes e Maria Elisa Dantas. “É um filme que faz uma visão crítica sobre a história e traz questões políticas acerca da ocupação territorial que começa em 1606 com a chegada do jesuíta e chega aos dias atuais com os conflitos agrários nesse território”, resume.

Sinopse
Doc 'Trinta Povos' de Zeca Brito estreia no Canal Curta!
“Trinta Povos” aborda o tema das missões jesuíticas na América Latina. Um legado composto por ruínas, museus, povoados e costumes. Nativos e invasores discutem arte, religião e política nos territórios do Brasil, Argentina e Paraguai, unidos por um passado artístico comum, o Barroco Jesuítico Guarani.

Créditos
País: Brasil
Duração: 1h18min (78min)
Produção: Anti Filmes e Boulevard Filmes
Direção: Zeca Brito
Produção Executiva: Letícia Friedrich e Zeca Brito
Montagem: Jardel Machado Hermes
Produção: Frederico Ruas, Letícia Friedrich, Lourenço Sant’Anna, Zeca Brito e Zuleika Borges Torrealba
Direção de produção: Maria Elisa Dantas e Rafael Andreazza
Produção de finalização: Laura Moglia
Roteiro: Jardel Machado Hermes, Maria Elisa Dantas e Zeca Brito
Direção de Fotografia: Pablo Escajedo
Fotografia Adicional: Bruno Polidoro, Edison Larronda e Tiago Coelho
Imagens Aéreas: Eduardo Berthier
Direção Musical: Rita Zart
Desenho de Som: Tiago Bello
Trilha Original: Clarissa Ferreira
Finalização: Post Frontier - Daniel Dode, Arthur Bovo, Gustavo Zuchowsky
Assessoria de Imprensa: Isidoro Guggiana
Design, arte e créditos: Leo Lage

SOBRE O DIRETOR
Trinta Povos | Documentário de Zeca Brito estreia no Canal Curta ...
Zeca Brito tem mestrado em Artes Visuais pela UFRGS, graduado em Realização Audiovisual pela Unisinos e Artes Visuais pela UFRGS. Dirigiu, roteirizou curtas e longas-metragens exibidos no Brasil e no exterior. Seu curta “Aos Pés” foi escolhido Melhor Filme Júri Popular no Festin Lisboa 2009, e o longa-metragem “O Guri”, exibido em festivais de Portugal e Brasil. Em 2015 lançou o longa “Glauco do Brasil” na 39ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e 10ª Bienal do Mercosul. Em 2016 dirigiu o longa “Em 97 Era Assim”, Prêmio de Melhor Direção e Melhor Filme Júri Popular no Festival Cinema dos Sertões (Piauí Brasil), Melhor Direção de Atores na Mostra SESC Brasil, Melhor Filme no The Best Film Fest (Seattle, EUA), Prêmio Especial do Júri no 8º Jagran Film Festival (Índia), seleção oficial no Regina International Film Festival (Regina, Canada), Los Angeles CineFest (Los Angeles, EUA), 51º International Independet Film Festival (Houston, EUA) e Prêmio de Melhor Filme Juvenil Estrangeiro no American Filmatic Arts Awards (Nova York, EUA). Em 2017 dirigiu o documentário “A vida Extra-Ordinaria de Tarso de Castro” exibido no Festival do Rio e 41 Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Lançou em 2018 o telefilme “Grupo de Bagé”, documentário produzido para o Canal Curta. Seu longa de ficção mais recente “Legalidade” (2019) estreou no 35º Festival de Cinema Latino de Chicago. O filme foi também exibido em festivais da Espanha, Uruguai, Guatemala e Romênia. Sucesso de público no Brasil, foi exibido no 47º Festival de Gramado e recebeu diversos prêmios no 42º Festival Guarnicê de Cinema e 14º Encontro Nacional de Cinema dos Sertões, incluindo melhor direção em ambos.

18 de abril de 2020

Dia Nacional do Livro Infantil

Hoje é o Dia Nacional do Livro Infantil, e trazemos algumas obras que tratam da temática Missioneira voltados ao público Infanto-Juvenil! 📚‍👩‍👧‍👦



Recentemente duas novas obras da literatura Infanto-Juvenil abordam esta história, veja abaixo!

Resultado de imagem para O RETORNO DE EMILIA: A HERANÇA GUARANI

Um dos personagens mais conhecidos da literatura brasileira inicia uma nova aventura. Emília sai do livro de Monteiro Lobato no ano de 2050 e encontra um Brasil destruído por um incidente inexplicável que provocou a falta de alimentos, a destruição da floresta Amazônica e o caos na população. Além disso, ela descobre que três cientistas desapareceram misteriosamente. Nesta segunda etapa da saga ""O retorno de Emília"", a ex-boneca já conta com a ajuda do jovem cientista Kido para cumprir a missão de salvar o destino de Maria do Carmo. Para isso, ela viaja no tempo, de volta ao século XVIII, para a região dos Sete Povos das Missões, no Rio Grande do Sul. Ficção e história do Brasil se misturam de forma encantadora nesta novela escrita por Sonia Rodrigues.



Naná é uma indiazinha guarani que nasceu por volta de 1600 no sul do Brasil. Ela se divertia com as diversas mães, acreditava em muitos deuses e adorava azucrinar o seu amiguinho Tatá. Mas o cotidiano da menina mudou radicalmente depois que Padre Inácio chegou na aldeia. Sem saber, ela presenciou uma verdadeira revolução que, mais tarde, se transformou nas famosas Missões. Mas isso já é uma outra história, para Naná o importante mesmo era lutar pela preservação da cultura do seu povo e a busca da legendária Terra Sem Males.

Quem é?
Naná é uma indiazinha guarani que nasceu há muitos e muitos anos atrás, num tempo que mal se falava português por aqui. Naná tinha várias mães, acreditava em muitos deuses e adorava azucrinar Tatá, seu melhor amigo. Depois que Padre Inácio chegou em sua aldeia e ensinou ela e seus amigos a esculpirem jesusinhos de madeira, tudo começa a ficar muito diferente. Naná representa a luta pela preservação da cultura do seu povo e mostra que, para isso, não existe idade certa. Um salve para todas as Nanás do Brasil!

Onde vive?
Em uma comunidade guarani no sul do Brasil. 

O que gosta de fazer para se divertir?
Conversar com suas mães, brincar e brigar com Tatá, comer fruta do pé, imitar o canto dos pássaros e tomar banho de rio. Odeia o tal do “inferno”! 

1 de dezembro de 2019

Documentário "Um Triunfo na América - A Epopeia dos Sete Povos das Missões" é lançado

O documentário "Um Triunfo na América - A Epopeia dos Sete Povos das Missões" representa uma viagem didática e emocionante pela história emblemática dos Sete Povos das Missões Jesuítico-guarani e pelos vestígios que restaram dessa civilização.

Esta foi uma produção de Daniel Campos, com orientação do prof. Dr. Leandro Ramires Comassetto.

Entrevistas, narração e edição são de Daniel Campos.

Assista na íntegra:

12 de outubro de 2019

"Muestra Misionera" em Porto Alegre

Dentro do calendário de encontros entre Iecine e IAAviM (Instiuto de Artes Audiovisuais de Misiones, Argentina), foi realizada em Porto Alegre, RS, uma mostra de filmes realizados por cineastas de Misiones.
Resultado de imagem para Muestra Misionera Casa de Cultura Mario Quintana

A programação da “Muestra Misionera” nesta sexta-feira (dia 11 de outubro de 2019), na sala Norberto Lubisco teve entrada franca e incluiu:

- 17h: “Cara Sucia” (2018, 95min), de Gastón Gularte. Mariel e suas amigas se transformam em desenhos animados e tomam coragem para enfrentar uma bruxa ambiciosa que quer destruir a floresta.

- 19h: “Del lado de los frágiles” (2017, 18min), de Guillermo Rovira. O curta segue o drama de Raúl, que resolve fazer justiça com as próprias mãos depois do desaparecimento da filha.
“El Sonido de los Nuñez” (2018, 28min), de Elian Guerín.  O filme documenta a gravação do terceiro disco dos músicos e irmãos Juan e Marcos Nuñez, que têm 25 anos de carreira.

O Rio Grande do Sul teve como seus representantes, as propostas de longas Cantata 7 Povos, da Guarujá Produções; Apolo 69, da Primeiro Corte Produções; Chami, da Epifania Filmes, e Utopia, da Cinematográfica Pampeana.

O encontro é mais uma etapa da Rede de Cooperação Entre Fronteiras, que integra entidades profissionais do audiovisual do Sul do Brasil (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná), do Paraguai e Nordeste da Argentina.
O cineasta Zeca Brito, diretor do Iecine, destaca a importância da parceria: "Este encontro busca construir um futuro comum entre os dois países através de dois estados, RS e Missiones, uma micro-utopia fronteiriça que tem a indústria audiovisual como caminho de desenvolvimento econômico e de produção simbólica de culturas irmãs".
Além de apresentar uma programação com filmes de cineastas da região argentina, o calendário prevê encontros com representantes de entidades do audiovisual local e também a elaboração de um edital conjunto entre os dois institutos para fomentar a realização de projetos comuns aos dois países, tratando de temas como as Missões Jesuíticas, a cultura Guarani e os rios.
Os representantes dos institutos também vão tratar do Mercado Entre Fronteiras, um evento itinerante co-organizado pela Argentina, Brasil e Paraguai e que terá sua primeira edição de 5 a 8 de novembro na cidade de Posadas, capital da província de Misiones. Um dos destaques do encontro será a a presentação de 30 projetos de coprodução de realizadores dos três países, que serão oferecidos a players e representantes de empresas audiovisuais para futuro financiamento e produção.